Carros usados: como comprar abaixo da tabela FIPE

Sabemos que negociar carros usados não é tarefa fácil. Seja para compra ou venda, é preciso visitar diversas lojas, conversar com vendedores, clientes e fazer avaliações para não sair no prejuízo. Mas, existe um meio de negociar com preço abaixo da tabela FIPE, sem dor de cabeça.

Saiba como conseguir um carro usado com o preço 20% inferior ao da tabela FIPE.

Valor de carros usados na Tabela FIPE

A tabela Fipe é uma ferramenta de referência para a negociação de veículos, sejam eles usados ou novos.

Para colocar a média de valores dos veículos na tabela, é feito uma pesquisa em todo o território nacional (internet, revistas e concessionárias), descartando os valores discrepantes e efetuando a média dos preços de carros usados.

Mas, muitas vezes o valor de carro usado de acordo com a tabela FIPE não é tão acessível para o comprador, até por que as condições de conservação do carro podem não valer o que está na tabela.

Uma das maneiras de pagar um valor abaixo da tabela por um carro usado é pesquisar o veículo no aplicativo Repasse.

Aplicativo Repasse

O Repasse foi criado para facilitar a negociação de automóveis com o objetivo de conectar os interessados em uma única plataforma para comprar carros usados e novos.

Essa ferramenta é ideal para lojistas e compradores que desejam negociar os veículos por um preço mais em conta de forma particular.

Como funciona o aplicativo
O aplicativo pode ser usado para pesquisar carros usados e outros automóveis por um preço mais em conta que o da tabela FIPE.
Para usar esse aplicativo, basta acessar o Google Play em celulares Android ou App Store em IPhone e efetuar o cadastro utilizando o seu número do CPF ou CNPJ de sua empresa.

O aplicativo mostra os tipos de veículos que estão à venda, você pode conversar com o vendedor e efetuar sua negociação. Em alguns casos é possível conseguir um valor de depreciação do veículo, de até 20% inferior ao da tabela.

Dica simples para comprar carros usados

Antes de fechar negócio, para comprar um carro usado é necessário checar as condições e alguns itens que podem indicar como está a conservação do veículo. Em alguns casos, os carros podem parecer estar em bom estado quando, na verdade, tem alguns problemas que, mesmo pequenos, podem ajudar a diminuir o preço.

O que é preciso conferir antes de fechar o negócio:

  • Quilometragem do carro usado, para saber se é compatível com o histórico.
  • Se o carro já foi e possui irregularidade na carroceria, pintura do veículo ou se já ficou preso em alguma enchente.
  • Pedal da embreagem, pois se estiver muito duro é sinal de desgaste.
  • Barulhos em freios ou motor, se possível tente fazer um teste com o veículo em ruas paralelepípedos para verificar também o estado de suspensão.
  • Cheque os documentos do carro para saber se está de acordo com o modelo, pintura e ano, sem esquecer-se de conferir o número do Chassi. É importante saber através do número Renavam no site do Detran, se o carro usado não tem pendências financeiras.
  • Seguro auto: verifique se o carro possui seguro de carro e quais os procedimentos necessários para transferir o seguro.

Parecem dicas óbvias, mas checar todos esses passos é essencial para evitar problemas futuros com o carro usado e conseguir um preço mais em conta, uma vez que poderá contestar a proposta.